Campanhas

Apoiamos e desenvolvemos projetos nas campanhas: – Campanha do Piso Salarial aprovado no Congresso: recolhemos três mil assinaturas em favor da campanha, que por duas vezes foi aprovada no Congresso Nacional e vetada pelos presidentes Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Estamos novamente em campanha, pleiteando um reajuste. Nossa meta é obter a reformulação da Lei 3999/61, mudando-a de 3 (três) para 10 (dez) salários mínimos;

– Campanha pela Revisão Constitucional, onde postulamos vários itens;

– Campanha contra os profissionais ilegais na odontologia, exigindo maior fiscalização dos órgãos normativos;

– Campanha pelo direito do cirurgião-dentista prescrever psicotrópicos;

– Campanha pelo acúmulo de dois cargos públicos: proposta do deputado Diogo Nomura. Foram recolhidas 2.800 assinaturas, conseguimos um duplo vínculo com a ajuda do Deputado Federal, Michel Temer, quando presidente da Câmara em 2002

– Fundação das cooperativas de serviços: a Uniodonto é um exemplo;

– Campanha pelo reajuste dos proventos dos aposentados;
– Campanha pela extinção da taxa de renovação do alvará de raio-x, além de outras taxas extorsivas e arbitrárias;

– Campanha pela instituição de uma tabela nacional de honorários profissionais;

– Campanha contra a propaganda da Amil Assistência Médica, que oferecia Assistência Odontológica como brinde: ela foi retirada dos jornais;

– Campanha contra a Receita Federal, que considerava os cirurgiões-dentistas sonegadores;

– Divulgação de todos os cirurgiões-dentista candidatos a deputado no Estado de São Paulo, independente do partido;

– Circular enviada anualmente para todos os odontolandos, divulgando as campanhas do sindicato;

– Ofício circular a todas as entidades odontológicas, informando sobre o andamento dos dissídios coletivos instaurados pelo SOESP;

– Ofício circular sobre a Lei 139/95, referente ao salário do cirurgião-dentista (reivindicações);

– Apoio ao movimento em favor dos cirurgiões-dentistas radicados em Portugal junto aos deputados e senadores: foi exigido o cumprimento do Protocolo de Reciprocidade Cultural;

– Circular sobre a obrigatoriedade das contribuições confederativa e sindical, anexando as leis pertinentes ao assunto;

– Divulgação e apoio às campanhas de vacinação do CROSP e da Secretária da Saúde (Hepatite B);

– Campanha permanente contra à abertura e proliferação de novas faculdades de odontologia (desde 1978);

– Divulgação e apoio à Campanha da Vacinação contra o Sarampo;