CIOT

Durante quatro dias de evento Cirurgiões-Dentistas de todo o país, América Latina e Europa se reuniram no auditório do SOESP para debater um tema que cada vez mais cresce no Brasil.

Durante quatro Cirurgiões-Dentistas de todo o Brasil, América Latina e Europa se reuniram no auditório do Sindicato dos Odontologistas do Estado de São Paulo – SOESP para o II Congresso Internacional de Odontologia do Trabalho. O evento, que contou com o apoio do SOESP teve como principal objetivo qualificar e preparar os Cirurgiões-Dentistas para um mercado de trabalho que cada vez mais se espalha pelo país.

Nos últimos anos, diversas empresas visionárias incluíram os exames bucais ocupacionais ao rol das atividades da equipe de segurança e medicina ocupacional.

Este ano o tema central foi “Os novos paradigmas da Odontologia do Trabalho: integração com a equipe de Saúde Ocupacional”. As palestras foram ministradas por profissionais brasileiros e estrangeiros. Os participantes tiveram a oportunidade de trocar experiências com pessoas vindas de Portugal, da Colômbia, Argentina, Peru e Paraguai.

Atualmente mais de 1000 Cirurgiões-Dentistas trabalham com Odontologia do Trabalho em todo o Brasil. Recentemente o presidente do Sindicato dos Odontologistas do Estado de São Paulo – SOESP, Dr. Pedro Petrere e membros da Federação Interestadual dos Cirurgiões-Dentistas (FICD) estiveram em Brasília acompanhando o Projeto de Lei 422/2007 – que regulamenta a Odontologia do Trabalho. Na ocasião, o Deputado Federal Arthur Lira, presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) se comprometeu colocar a PL em votação e acompanhar seu andamento, o que irá beneficiar a categoria.

Para a presidente do Congresso, a especialidade busca a compatibilidade entre a atividade em meio ambiente laboral e a preservação da saúde bucal do trabalhador, por meio de identificação, avaliação e vigilância dos fatores ambientais, assessoramento técnico, estatística de morbidade e mortalidade com causas bucais, exames odontológicos para fins trabalhistas (admissionais, periódicos, retorno de férias, mudança de função e demissionais), planejamento e implementação de campanhas e programas de duração permanente para os trabalhadores.

De acordo com o presidente do SOESP, o encontro também foi uma oportunidade para sensibilizar os governantes. “Esperamos que todos reconheçam que a atividade é necessária. Assim como o médico do trabalho, o odontólogo do trabalho também é uma peça fundamental para a saúde do trabalhador”, explica Dr. Pedro Petrere.

A comissão organizadora do II Congresso Internacional de Odontologia do Trabalho e o presidente do SOESP, Dr. Pedro Petrere agradecem a todos os congressistas e palestrantes que estiveram presentes. Um novo encontro já está marcado. O III Congresso Internacional de Odontologia do Trabalho acontecerá de 21 a 23 de abril de 2017 e terá como tema “Caminhos da Odontologia do Trabalho”.

Mais informações em breve!